sábado, 7 de maio de 2011






"Sem você, emoção de hoje é como pele morta da emoção do passado"

Um comentário:

F. CRVLHO disse...

eu também gosto do jeito que você escreve
curto e grosso