domingo, 12 de outubro de 2008

luzes da cidade.


São Paulo, São Paulo.
Tão romântica quanto Paris.
(deixe-me apaixonar-me em suas esquinas)
Tão luminosa quanto Las Vegas.
(que seu brilho se infiltre em minha retina e dilate minhas pupilas)
Tão boêmia quanto Amsterdan.
(que eu me perca em sua mais densa noite)
Tão viva quanto New York.
(eu quero acordar na cidade que nunca dorme)
Tão caótica quanto Tokyo.
(que toda sua massa me engula pouco a pouco)

Dançando na chuva que penetra em todo seu asfalto...
...e o pouco verde que ainda lhe resta.
It's up to you
São Paulo, São Paulo.

(ouça: La Noyee-Yann Tiersen)
Inspirado em Le Fabuleux Destin d'Amélie Poulain & Frank Sinatra.

2 comentários:

Rafa. disse...

sériio, tô apaixonada por isso aqui.eu gosto de você E dos seus textos tááá...
hahaha

te amo lalá.
beeijos

m. disse...

procurei palavras para 'fazer um comentário'
inútil.

são textos belos, simples.
belos talvez porque eu te conheça

pensamentos, desejos, emoções, tédio, ódio, palavras. límpidas como um espelho. um espelho que monstra o seu eu.

e ah sim, o 'selvageria' é muito muito bem escrito. digno de clarice lispector ou graciliano ramos.


sempre sinto vontade de chorar quando tenho contato com emoções intensas. confesso que seu blog me deu um nó na garganta.

-Mariana.